dd

CARTA ESCRITA POR NILTON M. OLIVEIRA.
Companheiro integralista

Exmo. Sr. Presidente da Câmara dos Deputados:

Cem milhões de reais foi o prejuízo que bancos tiveram com hackers clonadores de cartões de banco (estelionato), de clientes que tiveram que se virar para provarem sua inocência. Vários grupos desses vermes já foram presos e recentemente uma quadrilha considerada a maior (em 5/1/05). Pergunto: qual a pena a ser eles imposta? Naturalmente que será ridícula, pois será abreviada e a culpa disso é dos códigos e Constituição Federal caducas: a culpa desses códigos mofados não serem alterados com rigor é dos deputados federais e senadores no Congresso Nacional.

Não adianta mudar a lei se não tornar máxima a pena. Considerando que o crime acima referido é contra o patrimônio de cidadãos e contra instituições financeiras que representam o sistema capitalista, portanto é o alicerce do sistema e a credibilidade do regime político, o crime acima referido é gravíssimo, merecendo a pena máxima que para mim seria a pena de morte. Prisão perpétua seria também suficiente desde que esses dejetos humanos não saíssem mais da prisão nem fugissem. Considerando a falta de seriedade do sistema prisional e de leis estúpidas é melhor que sejam executados.

Estou cobrando como cidadão, como nacionalista: a responsabilidade de fraca punição do crime supra referido e de outros crimes hediondos é de Vossa Excelência. È do Poder Legislativo. Mudem essas leis agravando-as no máximo. Vossa Excelência podem sim. Mudem o Regime Interno, mudem tudo. Não adianta a polícia prender e os políticos soltarem. Não é como se diz: a polícia prende e a Justiça solta e sim como foi dito.

A democracia presta? Cabe aos Senhores provar.