dd

O EXERCÍCIO REGULAR DO ABSURDO

CÁSSIO GUILHERME

Esses dias, estive analisando uma mensagem defendendo o aborto e a eliminação dos fetos com anomalias cerebrais. Qual não foi minha surpresa quando, esperando que essa defesa estava vindo de alguma instituição feminista esquerdista, me deparei com os autores da defesa insólita: "Católicas Pelo Direito de Decidir". Essa era a instituição que defendia justamente o absurdo do aborto, e ainda se intitulavam católicas ( a Igreja Católica já condenou várias vezes o aborto). Ora essa, vamos exercitar o absurdo com a ajuda da Filosofia: Se uma pessoa faz parte de uma organização, diz brigar pela organização e defender seus preceitos, como pode essa pessoa ir contra o que prega a organização? Vamos citar um exemplo: um grupo de pessoas se diz defensoras de Jesus Cristo e se intitulam "Defensores de Cristo a favor do Diabo", pode isso????

A rigor, a tática da esquerdalha assassina é essa. Infiltrar-se nas organizações moralistas e tradicionalistas e tentar destruir os pilares doutrinários dessas associações. Lembram-se do " Frei Leonardo Boff" e sua Teologia da Libertação, acinte e cusparada à Encíclica Rerum Novarum da Igreja? Lembram-se do termo " Marxista Cristão": como o indivíduo pode defender o materialismo ateu de Marx e os princípios religiosos do Cristianismo, ao mesmo tempo??? Como pode alguém que defende o Comunismo, doutrina internacionalista, como a corja do analfabeto metalúrgico, se auto-intitularem nacionalistas?? Como pode a própria cria do PT, como a farsante Heloisa Helena, de repente condenar aquilo que alimenta a sua pseudo-intelectualidade?? E não paramos por aí: como pode a Rede Globo, que compra armamento pesado para os seus seguranças, que passa somente filmes violentos e artistas com armas, condenar o cidadão armado?? Respondam se isso não é um máximo em termos de exercitar o paradoxo e o absurdo?!!

Precisamos, enquanto cidadãos de bem e formadores de opinião, desmascarar esses iníquos pinóquios disfarçados de intelectuais. Esses professorzinhos de opereta, que ensinam nas universidades a desmoralidade do Ser Humano e ainda são chamados de " vanguardistas". Essas feministas que são na verdade Sapatonas recalcadas, que querem destruir dogmas de convivência moral e espiritual, para que suas taras psicóticas se tornem o " usual" e o " normal". Não podemos deixar a regra do absurdo corromper nossas mentes.