BRASIL, COLÔNIA DE BANQUEIROS

CÁSSIO GUILHERME

              Nesse dia 07 de setembro de 2006 devemos nós, todos os brasileiros, fazer uma reflexão profunda acerca da situação de nosso País e do futuro que espera as gerações vindouras. Com muita propriedade, o grande escritor, folclorista, ensaísta, poeta, jornalista, membro mais jovem da Academia Brasileira de Letras e Integralista Gustavo Barroso chamou o Brasil da década de 30 de um país “ Colônia de Banqueiros” ( o livro de Gustavo Barroso é leitura proibida pelos “ Donos do Mundo”). Não foi a toa que o escritor usou esse termo, visto que o país até 1930 era uma Nação meramente agrária, que dependia do Capital Estrangeiro para quase tudo, desde a implementação de insumos agrícolas, até a aquisição de bens duráveis, meios de produção e estruturas de saúde e educação.

              A História da Independência do Brasil certamente poderia ser caracterizada como uma farsa circense, pois o Brasil jamais deixara de ser Independente, tendo se desvinculado das garras de Portugal para cair nas garras dos banqueiros internacionalistas Rotschild, Rockfeller e a Casa dos Morgan, que emprestaram em 1823 a módica quantia de 2 milhões de libras esterlinas para que o Brasil pagasse sua “ Independência”, cobrando os famigerados juros que desde então escravizaram nossa economia. E quando o Barão de Mauá tentou implantar uma indústria siderúrgica de base no Brasil, uma Termelétrica a gás e o complexo naval da Ponta da Areia, esses salafrários banqueiros tudo fizeram para impedir o empreendimento brasileiro, usando de toda a patifaria e sordidez que bem caracterizam as ações desses agiotas satânicos. Isso sem contar a Guerra do Paraguai, inventada para destruir os anseios industriais brasileiros e paraguaios, além da venda hiper-lucrativa de armas para as matanças.

              Vamos nos transportar agora para o ano de 2006, Séc XXI. Será que algo significativo mudou?? Lemos no jornal “ O Estado de São Paulo”, de agosto do presente ano, que o BNDES, banco criado para fomentar a produção nacional e principalmente os pequenos empreendedores, vai emprestar a juros abaixo do mercado mais de 10 bilhões de dólares ao Grupo Klabin, a Vale do Rio Doce( escandalosamente entregue aos banqueiros estrangeiros) e às operadoras de telefonia, todos grupos vinculados ao Grande Capital Estrangeiro. Não é só isso. Há pouco mais de 10 anos, o governo brasileiro injetou 14 bilhões de dólares no famigerado PROER, programa criado para a salvação financeira dos bancos Nacional, Econômico e Bamerindus, sendo que a CPI criada para avaliar esse descalabro do dinheiro público foi arquivada pelos Deputados. Além de toda essa farra com nosso dinheiro e o dinheiro dos trabalhadores, as Minas de Nióbio de Araxá continuam a extrair o minério valiosíssimo, com a administração de grupos estrangeiros como o MOLICORP, a preços irrisórios, saqueando nossas riquezas ( como no caso da época de Colônia), que geram bilhões aos especuladores nas bolsas de Nova York e na City de Londres. Mas o mais revoltante, o mais avassalador, o mais repugnante, uma atitude que só poderia ser comparada a SATANISMO, é ver esses agiotas banqueiros recolherem 1/4 de tudo que o Brasil arrecada em juros das dívidas externas e internas ( Collor, FHC e Lula pagam altivos, independente de posição ideológica). O brasileiro sem educação, sem moradia, sem saúde digna e ainda pagando a orgia e o luxo desses vermes filhos de Mamonn. Isso ainda num país que se diz cristão, com várias Igrejas pregando a palavra do Cristo ( a espiritualidade acima da matéria e do dinheiro), e nada fazem para mudar essa situação. Uma Nação inteira trabalhando para o benefício dos especuladores banqueiros e o Sistema Financeiro Bandido Internacional. Esse disparate nem é citado nas campanhas políticas dos partidos de direita ou esquerda, comprovando que acima das brigas de fachada desses partidecos, existe o senhor banqueiro que comanda a todos ( farinha do mesmo saco).

              Portanto, infelizmente, esse grito de independência nunca existiu, é mera falácia e vergonha para todos os brasileiros. O Brasil, um país tão rico e abençoado, é explorado e escravizado pelas mãos dos financistas satânicos. Até quando vamos continuar uma Colônia de Banqueiros?? Deus tenha piedade de nós.